Pilates_Ansiedade_Academia_Falconi_002

Pilates no tratamento da ansiedade

A ansiedade é uma sensação ou sentimento decorrente da excessiva excitação do Sistema Nervoso Central consequente à interpretação de uma situação de perigo. Por vezes a pessoa que sofre de ansiedade, sente uma necessidade de estar sempre à fazer coisas de forma a fugir do seu estado emocional para que se sinta melhor.

Desta forma a pessoa que passa muito tempo num estado de ansiedade acaba interrompendo a respiração como uma forma de defesa contra o medo de uma punição ou situação de perigo, ocasionando um bloqueio no músculo diafragmático. Um diafragma inibido, que não funciona bem, pode causar diversos distúrbios no nosso organismo, como: dores de cabeça, problemas gastrointestinais, dores nas costas e até mesmo um aumento na ansiedade.

Uma respiração otimizada, mobiliza a coluna vertebral na região do tórax, que provoca a mobilização do sistema nervoso autônomo que, dentre outras tantas atividades é responsável pela digestão, reprodução, sono e relaxamento.

O Pilates aperfeiçoa a rerspiração e potencializa a capacidade respiratória. Em todos os exercícios a respiração é enfatizada como instrumento para atingir a qualidade na execução dos movimentos. O contrário também acontece, pois os movimentos adequados com a região do tronco estimulam e ampliam a entrada e saída de ar nos pulmões. O Pilates exerce muitos benefícios em pessoas ansiosas por modificar a capacidade respiratória. Se o indivíduo ansioso é capaz de aprender a expirar, podemos até certo ponto, modificar sua condição energética diafragmática, onde a ansiedade está contida.

O Pilates mobiliza a musculatura dessa região e na medida em que respiração é solicitada durante a execução dos exercícios, tornando-se um ato voluntário e consciente. Somente a prática irá validar a relevância do trabalho interdisciplinar entre o instrutor de Pilates e psicólogo corporal no indivíduo ansioso.

 

Fonte: Clubedopilates

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *